A mística de Canas na segunda de Samora

O carisma é como o jazz, fácil de identificar mas muito difícil de descrever. Pode desenvolver-se e trabalhar-se mas é qualquer coisa que “é ou não é” e que não se fabrica – antes nasce por acaso, de …

Montijo por “El Portugués”

Alguém me disse que Futre tinha sido forcado ou quase forcado (e eu não desconfiei…). Não estranhei que tivesse entrado na arena para receber os brindes que lhe foram oferecidos. Aliás, começo até a s…

Tarde renhida em Coruche

Muito se tem falado na “diarreia” de prémios e troféus que se vão disputando nas mais variadas praças e cartéis. Ainda no editorial do Olé! desta semana, Francisco Morgado fala nisso, chegando até a d…

Sobral da Adiça: Que enfadonho!

A alvura das bancadas na tarde de 18 de Agosto contrastava com a paisagem alentejana em tons de dourado em redor do tauródromo do Sobral da Adiça. A corrida marcada para as 17h, não levou muita gente …

Há momentos raros… Assim foi Coruche

A tarde do cortejo em Coruche é imperdível. Não há, como nas festas da Senhora do Castelo, tanta alegria nas ruas e tanto sabor a Ribatejo. Já bem perto da hora marcada para a corrida, é um quadro sob…

A áspera e penosa de Samora

A praça de Samora Correia estava quase cheia. De um lado o encarnado quente dos coletes dos campinos, do outro um rosa choque de uma animada tertúlia que animou todos os pedaços de festa da noite. A p…

Bravo Messejana!

Para entrar na praça da Messejana era preciso atravessar a feira no largo da freguesia junto ao palco onde já havia “bailarico”. E assim entrou também a festa para a corrida do 15 de Agosto, onde o pú…

2-1 na última de Alcochete

Esperava-se muita emoção dos Vale Sorraia e competição do mano-a-mano Rouxinol vs Salgueiro e também por isso a casa quase encheu em Alcochete. Rouxinol acabou por sair vencedor do confronto. Mais cor…

Reguengos: Luzes Pálidas no Céu Nublado

Não é porque o céu está nublado que deixam de brilhar as estrelas. Assim estava o céu no 15 de Agosto em Reguengos de Monsaraz mas as estrelas brilharam com uma luz muito esquálida. Com a tarde ameaça…

Alcochete: homens que pegaram comboios

Quase todos com cinco anos, peso e trapio – os toiros de Hato Blanco foram uma dor de cabeça. Reservados, a mansear, como muito poder e mobilidade nos arreões, precisavam de inspiração dos toure…